Construção do lago

Como proteger meu lago de predadores?

Sem comentários

O lago artificial é um elemento de grande destaque em projetos paisagísticos, de decoração nos jardins e áreas externas. Sua inserção leva requinte e bom gosto ao projeto. Entretanto, algumas medidas devem ser tomadas para sua manutenção. Entre as questões, uma aparece constantemente entre pessoas e empresas que possuem ou querem construir um lago: como proteger meu lago de predadores?

Neste post, tiraremos algumas dúvidas sobre essa questão. Inicialmente, abordaremos os tipos de lagos existentes. Em seguida, discutiremos sobre os principais predadores. Por fim, daremos dicas de como você deve proteger o seu lago e falaremos sobre a importância do auxílio de profissionais para efetivar essas medidas de proteção. Continue a leitura e confira!

Quais são os principais predadores existentes?

Destacamos abaixo os dois principais predadores de lagos existentes.

Aves

Muitos dos predadores de um lago vêm de cima. As aves possuem vantagens como predadoras, pois avistam as presas a dezenas de metros e evadem rapidamente do local. Entre as aves predadoras existentes, temos as garças, por exemplo.

Veja nesse vídeo, o exato momento em que um pássaro captura uma carpa no lago ornamental.

Felinos

Esses animais, domésticos ou não, são excelentes caçadores de peixes. Sua velocidade e agilidade colocam a fauna aquática do lago em risco. Entre os felinos que são predadores de lago, destacam-se o gato-do-mato e o gato doméstico.

Como proteger meu lago de predadores?

Agora que você já sabe quais são os principais predadores do lago artificial, vamos apresentar algumas dicas de como minimizá-los, potencializando a fauna e a flora do lago.

Adequar o nível da água

O nível da água é um elemento muito importante para assegurar a vida aquática do lago ornamental. Em um nível muito elevado, pode impedir as plantas de respirarem ou de terem acesso à energia solar de forma satisfatória. Em um nível baixo, pode expor os peixes e deixá-los muito próximos da superfície, tornando-os vulneráveis e visíveis para as aves.

Dessa forma, recomenda-se que o lago seja profundo, mas com cautela para não prejudicar a entrada da luz solar no interior do lago, o que prejudica o crescimento e desenvolvimento de algumas espécies vegetais no lago.

Utilizar borda curvada

A borda curvada do lago, como a curvatura em uma panela de pressão, evita o ataque de predadores, como os gatos, e a fuga de animais do lago para partes secas, tornando-os mais vulneráveis aos predadores.

Além disso, a borda curvada permite que alguns animais existentes em lagos consigam sair facilmente e retornar, abrigando-se de forma segura em seu interior — por isso a importância do lago profundo, anteriormente mencionado.

Em conjunto a essa medida, deve-se adotar a colocação de barreiras ao redor do lago, seja com a alocação de pedras, grades, cercas de madeira ou mesmo cercas verdes.

Manter a qualidade da água

A qualidade da água deve ser mantida constantemente. Recomenda-se o uso de filtros naturais, com a utilização de plantas para realizar essa tarefa, além de filtros biológicos.

Outras tarefas de manutenção devem ser feitas regularmente, como trocas parciais da água, verificação de equipamentos elétricos, limpezas dos sistemas de filtragem e troca das mídias filtrantes.

Para a renovação da água, recomenda-se a utilização do Cubos Water Protect, que tem a função de remover materiais químicos. Como o lago artificial é um ambiente fechado, que não recebe renovação da água natural, é importante que essa troca seja feita regularmente.

Criar refúgio para peixes com utilização de plantas e pedras

Essa alternativa é muito bem-vinda, especialmente aproveitando estratégias do projeto paisagístico para a execução do lago. Um lago orgânico e um lago plantado são criados bem próximos um do outro.

No lago plantado, os peixes e as plantas são dispostos de forma a se encaixarem em um ambiente de segurança. Barreiras físicas devem ser colocadas entre esse refúgio e o restante do lago. Essas barreiras podem ser feitas com pedras, paredes submersas, entre outros.

As pedras, além de serem utilizadas na criação de barreiras naturais ao redor do lago, também são utilizadas dentro do lago, de forma a criar pequenos pontos de banho de sol no lago, que algumas espécies necessitam.

Inserir plantas aquáticas adequadas no lago

A escolha das plantas é essencial para manter a saúde do lago e a qualidade da água, como já foi citado. Além dessa função, a inserção de plantas aquáticas adequadas influencia diretamente na proteção contra predadores.

Algumas plantas aquáticas não são recomendadas, pois atraem predadores que se alimentam delas, como as flores. Isso não quer dizer que elas nunca devem ser incluídas no projeto, mas que carecem de uma atenção maior, orientada por um profissional.

É importante ressaltar que as plantas não são colocadas apenas no interior do lago, mas também ao redor. Elas cumprem o papel tanto de proteger o lago de predadores quanto de melhorar sua qualidade estética, remetendo aos lagos silvestres naturais.

Qual a importância de um profissional para auxiliar nesse processo?

A construção, manutenção e implantação de elementos para resguardar a vida aquática do seu lago não são tarefas simples, mas bastante complexas. A consultoria técnica não é apenas indicada, mas extremamente necessária para a eficácia dessas medidas.

Somente uma empresa com profissionais capacitados pode guiá-lo da maneira mais sensata possível, aliando fatores como funcionalidade, custo-benefício e estética ao seu lago. A preocupação adicional em relação a essa questão ajuda a poupar muitas dores de cabeça no futuro em relação à vida no lago e sua manutenção.

Sendo assim, a dúvida “como proteger meu lago de predadores? ” não é boba e as soluções devem ser construídas em conjunto com profissionais capacitados. As medidas para evitá-los não devem ser consideradas luxo ou supérfluas, mas essenciais para a manutenção de um lago saudável. Em conjunto, o auxílio de profissionais potencializa bastante essas medidas, tornando-as ainda mais eficazes!

Assim como é importante conhecer os principais predadores do lago ornamental e quais medidas tomar para afastá-los, é importante conhecer as espécies mais apropriadas para ele. Então que tal ler nosso próximo artigo e conhecer as espécies de peixes mais adequadas? Com isso, o seu lago tem tudo para ficar muito bonito e funcional!

Cubos Lagos

Somos a Cubos Lagos, empresa líder na fabricação de produtos e equipamentos para lagos ornamentais e que busca ajudar nossos clientes a projetar e construir lagos ornamentais de todos os tipos e tamanhos.

Deixe o seu comentário aqui