Alimentação dos peixes Fisiologia dos peixes

A chegada das estações frias e o metabolismo das carpas

1 Comentário

Com a chegada das estações frias, a temperatura da água dos lagos também cai. Quanto mais baixa for a temperatura da água mais lento fica o metabolismo das carpas Nishikigois.

Nas estações frias, o metabolismo das carpas fica mais lento

Quando a temperatura da água é inferior a 6 graus o metabolismo dos peixes fica muito lento.  Com o metabolismo lento, as carpas comem muito pouco. Em alguns casos chegam até a hibernar, parando totalmente de comer nesse período. Assim que as temperaturas voltam a subir o metabolismo dos peixes volta a funcionar. As reservas de gordura são a fonte principal de energia para o organismo que vai acordando pouco a pouco da hibernação ou da baixa no metabolismo.

A ração deve ser de alta qualidade

Quando os peixes recebem alimentos de baixa qualidade durante o outono, formam gordura na cavidade abdominal. Essa gordura é constituída por ácidos gordos saturados. Com temperaturas inferiores a 10 graus ficam com uma consistência gordurosa e firme e não são aproveitadas pelo organismo dos peixes. Se a alimentação for mal condicionada no período do outono, os peixes não terão reserva de gordura para consumir. Com isso os peixes mais fracos acabam morrendo (mesmo que não pareçam magros), os mais fortes podem apresentar hidropisia abdominal, doença da primavera (peixes já infectados) e algumas doenças como erythrodermatitis podem aparecer.

Portanto, neste período de frio é de suma importância utilizar uma ração de qualidade.

A Cubos trabalha com rações de formulação fixa com ingredientes de qualidade e alto teor de proteína, além de contar com o único suplemento vitamínico para Nishikigois do mercado, o Montimorillonite.

1 comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *