Construção do lago Cuidados com o lago

5 dicas para planejar e projetar a iluminação de lagos ornamentais

Sem comentários

Os lagos artificiais são ótimos para quem quer levar um pouco da natureza para casa. Como são construídos com intuito decorativo, um elemento que não pode ficar de fora do planejamento é a iluminação.

Um bom jogo de luzes deixa qualquer projeto de paisagismo e jardinagem ainda mais bonito, e com os lagos não é diferente. Tanto em um jardim japonês quanto em um espelho d’água, um projeto de iluminação bem planejado e executado faz toda a diferença.

O cuidado com a escolha de focos de luz estratégicos otimiza ainda mais a beleza de um projeto paisagístico como esse. Assim, aquela sensação de tranquilidade, que o barulho da água e a presença de plantas trazem a quem observa o lago, é potencializada com a iluminação.

Neste post, você verá algumas dicas para fazer da iluminação de lagos ornamentais a chave para o equilíbrio visual. Confira!

1. Pense no design e na forma

No projeto de iluminação, considere o design do seu lago ornamental, colocando os pontos de luz em lugares estratégicos para evidenciar as formas da estrutura.

Com uma boa dose de criatividade, é possível usar as luminárias para criar efeitos sensoriais, evidenciando profundidades, texturas e cores.

Nesse sentido, uma dica é apostar na iluminação submersa, assim como em focos de luz estratégicos atrás de objetos decorativos, como rochas ou arbustos, direcionando a atenção de quem está observando o lago.

Se você tiver uma cascata artificial, também vale a pena iluminá-la. O efeito final é quase lúdico e pode despertar sentimentos que proporcionam a sensação de aconchego e até mesmo de equilíbrio interior.

Outra dica é utilizar a vegetação a seu favor e destacar as plantas, com pontos de luz entre as folhagens. Dessa forma, cria-se um efeito de sombras conhecido como blacklight, que garante evidência à natureza.

2. Escolha as cores

Na iluminação de lagos ornamentais, também é possível brincar com as cores a fim de salientar ainda mais a beleza do projeto. As escolhas de tons podem ter significados que vão desde a preferência pessoal até a busca por emoções específicas.

De acordo com uma vertente de estudos conhecida como psicologia das cores, cada combinação é capaz de proporcionar sentimentos e provocar ligações psicológicas altamente simbólicas.

O azul, por exemplo, sugere a harmonia e o equilíbrio. As tonalidades mais frias e claras também passam a sensação de tranquilidade, por isso, são ótimas opções para iluminação de lagos ornamentais.

O amarelo e o laranja são tons quentes, que representam o otimismo e a cordialidade. No paisagismo, essas cores garantem o sentimento de conforto.

A iluminação esverdeada também é muito utilizada em lagos artificiais e está associada à ligação com a natureza, à cura, à liberdade e ao frescor.

3. Defina os materiais

Outra dica é levar em conta os materiais utilizados no lago para fazer uma combinação com as luminárias. Os mais comuns são o vidro, o plástico, o concreto e a alvenaria.

Cada tipo de material possui características físicas que devem ser consideradas na hora de optar pelo tipo de iluminação, como a transparência, a produção de reflexos, as texturas e também sua resistência à incidência de luz artificial.

Na decoração com pedras, o ideal é posicionar os pontos de luz estrategicamente para que as rochas não prejudiquem a luminosidade ou interfiram nos efeitos desejados.

Dentro da água, opte por spots projetados especialmente para esse fim, para que você não tenha custos desnecessários por causa de danos nos equipamentos ou problemas relacionados à saúde das espécies presentes no lago.

Para áreas externas, as lâmpadas mais indicadas são as de led, por serem de baixo consumo e mais resistentes a intempéries, como vento forte, temperatura muito quente ou muito fria, luz solar direta e chuva.

4. Preocupe-se com as plantas e os peixes

Outra questão que não pode ficar de fora no planejamento do seu projeto de iluminação de lagos ornamentais é a preservação das espécies do lago, tanto as animais quanto as vegetais.

Na hora de escolher as plantas e os peixes que viverão no seu lago, atente-se para que as populações não sejam prejudicadas pelo excesso de luz, e isso vale não só para a artificial mas também para a natural.

Se o local é muito aberto e sofre incidência excessiva de luz solar, o mais indicado é proteger as espécies de alguma forma. Uma dica é construir pergolados ou apostar em plantas mais resistentes que proporcionam sombra no lago, como palmeiras ou espécies flutuantes.

Já na escolha das lâmpadas para iluminação artificial, não deixe de conferir as indicações do fabricante e tenha um cuidado redobrado com os focos de luz submersos que, como já orientamos, devem ser adequados para essa finalidade.

5. Pense no processo de manutenção

Por fim, é fundamental que o projeto de iluminação tenha manutenção frequente, como a troca das lâmpadas no prazo indicado pelo fabricante.

Aliás, os cuidados com os lagos artificiais não são poucos e devem estar no centro de suas preocupações para que não haja comprometimento do projeto, incluindo danos ao meio ambiente e às espécies vegetais e animais.

O principal é ter em mente que, embora seja artificial, o lago abriga formas de vida e, por isso, deve oferecer condições propícias para o equilíbrio natural. Por isso, alguns pontos que devem ser constantemente checados são:

  • a qualidade da água, incluindo pH e temperatura;
  • o sistema de condicionamento e de troca de água;
  • o uso de fertilizantes para as plantas;
  • a aplicação de purificadores e de floculantes;
  • o emprego periódico de algicidas.

Cuidar da manutenção do lago é tão importante quanto pensar nos elementos decorativos ou iluminativos, afinal, a implantação de um projeto exige intervenções frequentes para garantir a conservação do ambiente.

Com essas dicas, a iluminação de lagos ornamentais vai ficar ainda mais bonita. Assim, você consegue levar um pouco de natureza para sua casa com muita sofisticação e valorizando ainda mais os outros elementos do seu projeto.

Se você quer receber mais dicas sobre paisagismo e jardinagem, não se esqueça de assinar nossa newsletter para não perder nenhum conteúdo!

Cubos Lagos

Somos a Cubos Lagos, empresa líder na fabricação de produtos e equipamentos para lagos ornamentais e que busca ajudar nossos clientes a projetar e construir lagos ornamentais de todos os tipos e tamanhos.

Deixe o seu comentário aqui