Construção do lago Lago no paisagismo

Lagos orgânicos: A melhor forma de imitar a natureza

2 Comentários

Quando se trata de decoração e paisagismo, a regra é dar asas à imaginação. A decoração seguindo o funcionalismo que o ambiente pode proporcionar é ideal para a vida de todos, enquanto o paisagismo é capaz de trazer tranquilidade e beleza a qualquer espaço, seja residencial ou comercial. Uma boa dica para inovar com o paisagismo, trazendo muita natureza para o cotidiano, é por meio dos lagos orgânicos.

Muita gente não sabe o que são os lagos orgânicos ou como construí-los. Ao começar um projeto para a construção de um lago ornamental ou artificial, deve-se ter conhecimento dos tipos de lagos disponíveis e qual é o melhor para a situação. Ou seja, cada projeto deve atender às expectativas de uma pessoa.

As dúvidas são muitas, e para esclarecê-las, criamos este post. Selecionamos algumas informações importantes sobre o formato dos lagos orgânicos, sobre a decoração e a semelhança com os lagos naturais e dicas para a construção. Continue a leitura e confira!

O formato dos lagos orgânicos

Diferente dos lagos formais, com linhas retas e geométricas, os lagos orgânicos possuem um formato não retilíneo com curvas suaves. Eles imitam os lagos presentes na natureza, ou seja, não passam a sensação de serem visualmente artificiais. Podem ser construídos tanto dentro de casa quanto nos jardins com o auxílio de um profissional da área. Logo, é aconselhado procurar um paisagista para projetar o lago.

Alguns lagos também podem ter tamanhos grandes e mais profundidade — tudo depende da sua funcionalidade. Se o lago é projetado para abrigar peixes e para que as pessoas possam mergulhar, a profundidade dele deve ser de pelo menos 1,5m — para que os peixes tenham um refúgio para se esconder da presença das pessoas que estejam nadando. Dessa forma, ele é construído tanto para o conforto das pessoas que o utilizarem quanto para os possíveis peixes que o habitem.

A decoração mais natural

O objetivo de criar um lago orgânico ornamental é que ele fique similar aos lagos naturais. Para isso, deve-se ter cuidado para não usar recursos que atribuam artificialidade ao projeto. Uma borda muito demarcada com pedras ou grama, por exemplo, passa a sensação de um lago artificial, uma vez que na realidade ele não é demarcado grosseiramente dessa forma.

O ideal é que o seu contorno seja o mais natural possível, com plantas compondo uma vegetação não muito marcada. Pode-se utilizar pedras também, mas elas não devem ser organizadas. A melhor solução seria uma mistura de pedras grandes e pequenas, com seixos e pedriscos pequenos para jardim, criando o acabamento perfeito. A dica é: quanto mais natural, melhor!

A semelhança com os lagos naturais

Uma questão muito comum em relação aos lagos orgânicos é quanto à funcionalidade. Afinal, eles podem ter a função de um lago natural? A resposta é sim, uma vez que além de belos como os naturais, muitas vezes eles são construídos por quem busca um hobby, como o de cuidar de peixes.

Além desse entretenimento, esses lagos valorizam os jardins e os imóveis pelo ambiente fascinante que criam, além de serem perfeitos para quem procura por um lugar para relaxar e descansar nos dias mais estressantes. Além disso, também propiciam um espaço perfeito para receber os amigos e encantam a todos que passam pelo local.

A construção dos lagos

Ao decidir-se pela criação desse projeto, deve-se planejar tudo com ajuda profissional — que terá o cuidado em providenciar o material mais adequado e de qualidade para a sua construção. Outro fator muito importante que deve ser levado em consideração é a importância de um bom trabalho de impermeabilização.

Uma maneira de construção fácil é por meio da escavação na terra e da impermeabilização com geomembranas especiais para lagos, que podem ser em EPDM ou em PVC. Com essa técnica rápida e segura, é mais simples o processo de moldar o formato do lago, que deve ser irregular.

O revestimento do fundo do lago pode ser realizado com areia especial para lagos, que deixa o fundo claro e permite que os peixes sejam vistos. Além disso, essa areia tem a função de contribuir para a filtragem anaeróbica da região. Ou seja, é possível cuidar do lago e, ao mesmo tempo, mantê-lo bonito e com um visual natural.

Tendências

O que promete ser tendência nos lagos orgânicos é a criação de uma prainha de areia. Nela é possível tomar banho de sol em cadeiras ou espreguiçadeiras. Além disso, a criação desse visual enfeita as casas e os jardins com muita beleza e requinte, trazendo aquele toque especial de natureza para o dia a dia. Com certeza o resultado vai superar qualquer expectativa e proporcionar muito lazer e satisfação às pessoas que circulam por esse espaço.

Quem não se interessou muito pela ideia de uma prainha de areia pode interessar-se por outra tendência, que é a criação de uma área de convivência montada com um deck de madeira. Esse espaço serve para reunir os amigos para aquela confraternização de fim de semana, além de enfeitar e contribuir para a paz que vem com o contato com a natureza.

Observa-se que é possível trazer a natureza para dentro de casa, para o jardim e até mesmo para as áreas comerciais. Esse contato com a natureza gera benefícios para a saúde a longo prazo, além de enfeitar o imóvel e valorizá-lo. Para isso, é importante investir em profissionalismo e materiais de construção de qualidade na hora de construir esse tipo de projeto.

Além disso, o planejamento do lago deve ser feito minuciosamente do início ao fim, para que não haja qualquer tipo de imprevisto. Dessa forma é possível evitar dores de cabeça desnecessárias e os danos financeiros que saem do orçamento criado previamente. Por isso, conte com a ajuda de um profissional de excelência para chegar ao resultado esperado sem estresse.

Gostou de saber um pouco mais sobre os lagos orgânicos e como eles contribuem para o bem-estar no dia a dia? Quer ficar por dentro de outros conteúdos como este? Então siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram, no YouTube, no Twitter e no Flickr.

2 comentários

  1. Bom dia, tenho um lago artificial em casa de 3.000 litros. Mais tenho problemas com limo gostaria de saber como controlar o limo. Gosto muito do meu lago e preciso combater essa praga.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *