Doenças dos peixes Fisiologia dos peixes

Dicas para manter seus peixes saudáveis nos meses mais frios

Sem comentários

Em épocas de calor o peixe é muito ativo e se alimenta constantemente. Porém, quanto está chegando aquela época mais fria do ano podemos encontrar mais dificuldades para manter os peixes saudáveis. À partir dessa vertente vamos desvendar o comportamento dos peixes em meses frios. Meses esses que iniciam em maio e geralmente vão até setembro.

Diminuição do metabolismo e aumento da gordura

Com a chegada das estações mais frias, o que ocasiona a queda da temperatura da água (que vai de 3 a 20ºC), ocorre maior salinidade e menor fotoperíodo (dias longos), com isso o metabolismo dos peixes diminui e sua taxa de gordura aumenta, tornando-os mais lentos a fim de poupar o gasto de energia.

Os peixes são animais pecilotérmicos ou ectotérmicos. Isso significa que a temperatura interna do corpo varia de acordo com a temperatura do ambiente. Eles regulam a temperatura corpórea com o ambiente em que se encontram, consequentemente alterando seu metabolismo. Portanto, no inverno, quando o peixe fica exposto à baixa temperatura, seu metabolismo diminui.

Maior incidencia de ectoparasitas nos meses frios

Indiretamente no inverno o sistema respiratório dos peixes pode ser afetado. Nessa época a incidência de ectoparasita tende a aumentar de forma considerável. Alguns destes parasitas infestam as brânquias destes peixes dificultando as trocas gasosas.

Vitaminas para melhorar a imunidade

Ensaios clínicos demonstram que o uso do produto Cubos Koi Montmorillonite, aumenta significativamente as defesas imunológicas dos peixes, evitando a perda de apetite, infestação de parasitas, bactérias e fungos.

Isso acontece em função de apresentar uma composição balanceada de sais minerais, vitaminas e oligoelementos, que são elementos químicos essenciais para os peixes, geralmente são encontrados em baixa concentração nos organismos, e são essenciais aos processos biológicos por serem fundamentais para a formação de enzimas vitais para determinados processos bioquímicos.

Em estudos, notou-se uma diminuição da mortandade de carpas em cerca de 20 a 30% em tanques ou lagos com sistema de filtragem artificial.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *