Alimentação dos peixes Fisiologia dos peixes

Qual a quantidade de ração devemos oferecer para as carpas?

4 Comentários

Uma alimentação saudável e balanceada é primordial para a carpa ter um bom crescimento e formação, além de prevenir inúmeros tipos de enfermidades. No aspecto comportamental há um aumento da vitalidade, acentuação da coloração e melhoria da atividade reprodutiva. Além da composição da ração, devemos saber a quantidade de ração correta para oferecer às carpas.

Uma boa ração para carpas deve ter características especiais

As rações para carpas podem ser fabricadas com misturas de diversos ingredientes e em diversas proporções. Essas rações, teoricamente, apresentam-se completas para atender suas exigências nutricionais.

Características que uma boa ração para carpas ornamentais deve oferecer

  1. Especifica para cada espécie e fase da vida;
  2. Não conter corantes;
  3. Não turvar a água;
  4. Preferencialmente com formulação fixa;
  5. Níveis de garantia adequados.
  6. Ter boa qualidade de matéria prima.

Rações fabricadas com técnica de extrusão ou peletização

A ração destinada para carpas Nishikigoi são fabricadas principalmente com máquinas peletizadoras ou extrusoras. As rações fabricadas nas extrusoras conseguem uma densidade menor, ficando mais leves e aeradas. Nas peletizadoras a ração fica mais densa. Ambas as formas de fabricação produzem uma ração que flutua na água do lago ornamental.

Alimentação na superfície da água

As carpas Nishikigoi apresentam a boca para baixo, o que indica que são animais que se alimentam no fundo. Porém, foram adaptadas para se alimentarem na superfície com as rações flutuantes. Deste modo, os peixes podem ser melhor observados, proporcionando ao proprietário avaliar melhor suas carpas. Com essa melhor avaliação pode-se notar alterações em seus comportamentos, características físicas e possíveis doenças.

As carpas são animais de sangue frio e se alimentão de acordo com a temperatura

Carpas são animais poiquilotérmicos, ou seja, animais de sangue frio. Não possuem mecanismo de controle de temperatura interna do seu corpo. Desde modo, suas necessidades energéticas dependem da temperatura da água.

As necessidades nutricionais são mais elevadas com a temperatura mais alta e mais baixa em temperaturas menores. Em temperaturas abaixo de 10 C° o metabolismo dos peixes ficam tão lento que eles chegam a hibernar e não devem ser alimentados.

Qual a quantidade de ração que devemos oferecer para as carpas?

Existe uma tabela que demonstra a quantidade de ração que deve ser oferecida de acordo com a temperatura e fase da vida. O calculo é feito com a biomassa do lago (soma do peso de todos os peixes). Para saber a quantidade de ração basta multiplicar a biomassa total do lago pelo percentual de biomassa da tabela a baixo.

Calculo da quantidade de ração

Supondo que estamos no verão e temos um lago de 2 mil litros com 4 carpas adultas de 1,5Kg cada. A biomassa total do meu lago será 6Kg. As carpas costumam consumir de 2% a 3% do seu PV (peso vivo) em ração por dia quando estamos no verão. Então, o calculo é o seguinte, quando consideramos 3% do PV:

6Kg (biomassa total) x 3% (percentual de biomassa) = 180g de ração por dia.

Fase da vida
Temperatura
% de Biomassa
Alevinos
Primavera / Verão
12% a 15%
* Alevinos
Outono / Inverno (10 a 15 C°)
* Alevinos
Inverno (< 10 C°)
Não alimentar
Juvenis
Primavera / Verão
5% a 7%
Juvenis
Outono / inverno (10 a 15 C°)
1%
Juvenis
Inverno (< 10 C°)
Não alimentar
Adulto
Primavera / Verão
2% a 3%
Adulto
Outono / Inverno  (10 a 15 C°)
1%
Adulto
Inverno (< 10C°)
Não alimentar

*Temperaturas e épocas do ano impróprias para criação de alevinos de carpas.

Tabela por Rodrigo G. Mabili- Médico Veterinário, Msc. pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Excesso de alimentação pode causar problemas

Lembrando que a alimentação nunca deve ser maior que o sistema de filtragem suporta. Excesso de alimentação causa elevação dos níveis nitrogenados da água, aumentando assim a amônia, nitrito e nitrato.

Outro fator que eleva a amônia, e está relacionada à alimentação, é a falta de gordura digerível (EE) na ração. Quando isso acontece o peixe começa a queimar proteína para obter energia isso faz aumentar a excreção de amônia pelas guelras.

4 comentários

  1. estou dando a cubos dia a dia minhas carpas 20 centímetro a um palmo quantas vezes pode tratar por dia se pode dar fruta ou só ração basta a água e cristalina limpo filtro de seis a seis meses água nunca ficou turva obrigada

  2. Ola tudo bom… Gostou criando 70 alevinos de carpas num lago pequeno quanto devo dar de comida por dia as carpas….

    1. Olá Ademilson, bom dia. Você pode oferecer a quantidade suficiente para eles comerem tudo em até 5 minutos. Se sobrar é porque deu muito, se comerem tudo antes de 5 minutos pode dar mais um pouco. Abraços.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *