Alimentação dos peixes

A Spirulina para as carpas ornamentais

Sem comentários

A alimentação das carpas é composta de vitaminas, minerais, proteínas, entre outros. Um ingrediente que pode ser extremamente útil na composição das rações é a spirulina. A spirulina para carpas trará grandes benefícios para o desenvolvimento saudável dos peixes em um lago artificial.

A spirulina é uma bactéria

Spirulina é uma cianobactéria também conhecida como alga azul devido a sua antiga classificação taxonômica. Apesar de ainda ser conhecida como alga, a spirulina é uma bactéria com capacidade de fazer fotossíntese (cianobactéria), por isso a confusão na nomenclatura desses seres.

Spirulina na alimentação

A spirulina já era usada na alimentação dos Astecas que habitavam o México na região do lago Texcoco, e dos sul-africanos na região do lago Chade. Esses lagos são naturalmente alcalinos, o que propicia o desenvolvimento dessas bactérias.

Rações com complemento de spirulina ou a base de spirulina são importantes para alimentação de carpas. Carpas necessitam de uma proteína de alta qualidade na alimentação. São animais que a digestão é feita toda no intestino, seu estomago não é funcional. Portanto, não possuem espaço para armazenar alimentos, ao contrario de peixes carnívoros por exemplo.

Spirulina para carpas: alta taxa de proteínas

A spirulina possui taxas de proteína superiores a da carne, ovos e peixes o que proporciona melhoria no sistema imunológico e um crescimento muito mais saudável. A spirulina contém de 60% a 70% de proteína, 14% a 20% de carboidratos, 6% a 7% de lipídios, minerais ( Ca, Mg, Fe, P, K e L), betacaroteno e vitaminas E e complexo B.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *