Biologia e química no lago

O ciclo do nitrogênio é o primeiro passo para se tornar um laguista de verdade

Sem comentários

O ciclo do nitrogênio é um processo biológico extremamente importante e que deve ser entendido por todos os laguistas independentemente do tipo ou tamanho do lago. Sua importância se deve ao fato de a qualidade da água e a saúde dos peixes estarem diretamente ligada a ele.

O ciclo do nitrogênio é um processo natural e que sempre acontecerá de forma completa ou incompleta em todos os sistemas aquáticos com peixes. Muitos já devem ter escutado: – “Esse lago está equilibrado”. Isso realmente existe e nada mais é do que o processo do ciclo do nitrogênio acontecendo de forma harmônica e completa.

Por onde começa o ciclo do nitrogênio?

A matéria orgânica como o resto de comida, folhas em decomposição, fezes ou urina do peixe, é o inicio de todo o processo. Com a introdução da matéria orgânica na água, rapidamente a amônia (NH3) é formada na água do lago ornamental.

As bactérias aeróbicas e anaeróbicas

Para o processo do ciclo do nitrogênio acontecer, são necessárias bactérias aeróbicas (ou aeróbias) e bactérias anaeróbicas (ou anaeróbias). As bactérias aeróbicas são aquelas que irão utilizar o oxigênio em seu processo de conversão. Já, as bactérias anaeróbicas só se desenvolvem em regiões sem presença de oxigênio.

As bactérias aeróbicas se formarão em todo o filtro biológico do lago, nas pedras e substratos. Enquanto que as anaeróbicas, tendem a se formar em camadas mais profundas do substrato de areia e nos canais mais profundos das mídias biológicas de alta qualidade.

Amônia

A molécula da amônia é extremamente tóxica para o peixe e mesmo em baixas concentrações pode ser letal dependendo do pH e da temperatura da água. No ciclo do nitrogênio a amônia é convertida para um composto menos tóxico que é o nitrito (NO2). Essa conversão é feita por bactérias aeróbicas do tipo Nitrosomonas.

Nitrito

Mesmo sendo menos tóxico que a amônia, o nitrito ainda é tóxico para os peixes e continuando no ciclo do nitrogênio, o nitrito é convertido para nitrato (NO3). Essa conversão é feita também por bactérias aeróbicas mas agora do tipo Nitrobactérias.

O processo de desnitrificação no ciclo do nitrogênio

Após essas etapas de conversões da amônia – nitrito – nitrato, a molécula do nitrato começa a se acumular na água do lago. Plantas conseguem utilizar o nitrato, mas esse nitrato pode acabar voltando para a água em forma de matéria orgânica das próprias folhas em decomposição.

Ai que entram as bactérias anaeróbicas que fazem o processo conhecido como desnitrificação. Essas bactérias dos tipos Pseudomonas e Clostridium, são capazes de converter o nitrato em gás nitrogênio (NO2). O gás nitrogênio é quase inerte e se dispersa na atmosfera fechando o ciclo.

Produtos para acelerar a formação de biologia

Existem produtos no mercado que podem acelerar esse processo de formação das colônias de bactérias.  Dessa forma, os peixes podem ser introduzidos na água do  lago no mesmo dia da montagem.

O monitoramento é muito importante

Os níveis de amônia, nitrito e nitrato devem ser monitorados com frequência na água do lago ornamental. É através do monitoramento  que podemos saber se o ciclo do nitrogênio está acontecendo de forma eficiente.

O ideal é que praticamente toda a amônia seja convertida para nitrito e todo o nitrito para nitrato. Quando observamos níveis altos de amônia, significa que as bactérias que convertem a amônia em nitrito não estão conseguindo cumprir seu papel. Provavelmente porque estão em quantidade insuficiente para processar toda a amônia gerada.

As bactérias levam certo tempo para se multiplicar e formarem uma colônia com bactérias suficiente para processar a amônia gerada. Por isso, quando colocamos muita comida na água ou quando muitos peixes são introduzidos ao mesmo tempo, não há tempo hábil para a procriação da colônia ocasionando o aumento abrupto da amônia. Tudo isso acontece de forma semelhante para o nitrito e nitrato.

Entendendo bem esse processo, o hobby do laguismo se torna bem mais prazeroso já que muitos problemas são resolvidos com base nesse conhecimento.

A descoberta de uma nova bactéria

Um estudo publicado na revista científica de renome, a Nature, mostrou que um gênero de bactéria denominado Nitrospira, possui aparato genético para a transformação de todas as etapas do ciclo do nitrogênio. Contudo, experimentos ainda precisam comprovar a atuação desta bactéria, o que trará uma nova percepção sobre o ciclo do nitrogênio.

Bibliografia

Van Kessel, M. A.H.J.; Speth, D. R.; Albertsen, M.; Nielsen, P. H.; Op den Camp, H. J. M.; Kartal1, B.; Jetten, M. S. M.; Lücker, S. (2015) Complete nitrification by a single microorganism. Nature, 528:554-571. Doi:10.1038/nature16459

Sites:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ciclo_do_nitrogênio

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *