Cuidados com o lago

4 problemas comuns no lago ornamental e como podem ser evitados

12 Comentários

Ter um lago ornamental em casa pode ser uma ótima ideia decorativa e até mesmo um hobby. Tendo em mente que o lago é artificial, é preciso ter alguns cuidados na construção do reservatório de água e seguir algumas recomendações para que ele funcione em perfeitas condições.

É importante primar pela beleza, higiene e saúde do lago, considerando principalmente a presença de seres vivos (peixes e vegetação), e isso só é possível estando atento a pequenos detalhes de instalação e de manutenção.

Para que seu lago não se torne um problema e permaneça sendo uma atividade prazerosa, reunimos aqui alguns dos problemas que podem acontecer no lago, além de dicas para evitar decepções com o funcionamento e ajudar nas ações e intervenções para solucionar essas eventuais questões.

Problemas comuns em lagos ornamentais

1. Parasitas nos peixes

Um dos problemas mais comuns em lagos ornamentais são os parasitas que acometem os peixes. É importante prezar pela origem dos peixes que serão colocados no seu lago ornamental e realizar o constante acompanhamento da saúde deles.

O peixe que será introduzido no lago ornamental deve passar por um período de quarentena: cerca de 30 dias é o suficiente, já que muitos parasitas possuem um ciclo de vida com muitas etapas.

Sempre que um peixe é incluído ao lago, é preciso lembrar que ele é uma porta de entrada para bactérias, fungos e demais parasitas. Uma dica valiosa para quando for acrescentar um novo peixe no lago artificial é não despejar a água de transporte do peixe dentro do lago.

A água do lago ornamental deve ser preservada e, portanto, não deve ser misturada a nenhuma outra que teve contato anterior com o peixe. Isso porque a água contida no objeto que transportou o peixe pode conter parasitas, alto nível de amônia e até mesmo restos de coliformes fecais dos peixes.

Caso o animal adoeça, é recomendado separá-lo em outro ambiente para que ele se recupere. Esse ambiente não pode ser muito claro e deve ser ainda livre de filtros químicos. Depois de medicado e alimentado com ração de boa qualidade, se totalmente recuperado da doença o peixe pode ser devolvido ao lago.

2. Água esverdeada

O esverdeamento da água é um dos problemas que acontecem no lago ornamental com maior frequência. Esse fenômeno é também conhecido como “sopa de ervilha” e ocorre principalmente devido ao acúmulo de algas suspensas na água do lago artificial.

filtro uv para lagos

As algas costumam se proliferar nesses lagos que se tornam ambientes propícios devido à alta luminosidade e à presença de nutrientes. A água verde também é decorrente da ineficiência do sistema de filtragem. Seu mau dimensionamento contribui para a reprodução dessa espécie de plantas.

Acessórios como o filtro ultravioleta e o filtro ozônio são equipamentos essenciais para solucionar esse problema, evitando assim o aumento da quantidade de algas que vão nutrir bactérias aeróbicas.

3. Matéria orgânica em suspensão

O acúmulo de matéria orgânica no lago ornamental é outro problema recorrente. É preciso realizar constantemente a remoção dessa matéria orgânica que se acumula no fundo do lago. Normalmente, a matéria orgânica se inicia com folhas boiando na água, que com o tempo acabem indo para o fundo e se decompondo. Outra forma de entrada da matéria orgânica é com os excrementos dos peixes e restos de ração.

O sistema de filtragem também deve estar bem dimensionado para que a matéria orgânica seja direcionada corretamente para a captação do filtro. Isso vai contribuir para a oxigenação da água, bem como para as trocas gasosas, que são primordiais para a garantia da saúde dos peixes.

Vale lembrar que o lago deve ser construído em um local com menor presença de árvores. O excesso de folhagem que pode ser derrubada pelos ventos certamente vai sobrecarregar o sistema de filtragem do lago, acumulando impurezas que prejudicam a qualidade da água.

4. Evaporação da água

Para corrigir a evaporação de água do lago ornamental, é preciso sempre completar o nível da água de forma manual. Outra forma de se completar a água é através de uma boia instalada no lago.

Evite utilizar a água que escorre do telhado da casa, já que essa costuma vir muito carregada de sujeiras comprometendo o equilíbrio e a qualidade da água do lago. A água de poço artesiano também deve ser utilizada com cuidado já que pode conter muitos metais pesados e ter um pH inadequado para um lago ornamental.  O ideal é que seja utilizada a água do abastecimento público, pois essa é sempre terá um pH e uma qualidade ideal para ser utilizada no lago.

Sempre que for adicionar água ao lago, não se deve esquecer de usar o condicionador de água para evitar a presença do cloro, cloramina , metais pesados e preservar a mucosa dos peixes.

Importância de cuidar bem do lago ornamental

Vimos que para cada problema de um lago ornamental existe um tratamento específico. Daí a importância de cuidar bem do seu lago, desde a instalação até as constantes manutenções.

Além de controlar a qualidade da água e estar atento à saúde dos peixes, é fundamental planejar um processo de construção do lago e criar rotinas de manutenção.

Uma delas é a troca da lâmpada do filtro ultravioleta, que deve ser realizada uma vez por ano. Essa lâmpada precisa estar em perfeitas condições para a correta filtragem da água. Ela tem uma vida útil de 8 mil horas e, depois disso, começa a perder a eficiência, impactando na qualidade da água que certamente ficará esverdeada.

As bombas também devem ser monitoradas com frequência para verificação de possíveis entupimentos. Além disso, é preciso controlar o fluxo de água para que ele seja ideal e não cause danos à bomba, como super aquecimento e até mesmo a queima.

Vale ressaltar ainda a necessidade de acompanhar os possíveis entupimentos que ocorrem normalmente devido ao excesso de resíduos e matérias orgânicas. Esse monitoramento é essencial para que a filtragem ocorra de forma eficaz, garantindo a transparência da água.

Para evitar esses problemas que podem acontecer no lago artificial, entre em contato com a Cubos. Uma das formas de prevenir e solucionar essas complicações é investir em equipamentos e acessórios para o seu lago!

12 comentários

  1. Cubos Lagos para mim um dos melhores sites que ajuda e muito seus seguidores e clientes com muita dedicação e atenção. Parabéns.

  2. Bom dia, meu lago é de forma geométrica, com capacidade de 22.000 lts, excelente sistema de filtragem ( filtro em linha e em nível) , ou seja água cristalina, e utilizei areia de fundo para dar uma tonalidade mais clara, 90 cm de altura de água, e com captação superior no final deste, que vem retirar toda sujeira suspensa, deixando a água um espelho. NO ENTANTO existe uns pontos cegos que acumula bastante matéria orgânica e lodo que as carpas vão retirando das paredes, e que não sobem para captação do filtro. Tenho que fazer aspiração de fundo semanalmente, que além de trabalhoso, estou perdendo toda areia, que querendo ou não é aspirada junto, além do desperdício de água. Já instalei um filtro de ozônio Enamel de 3 grs, mais dois filtros UV de 55W cada, mas não adiantou muito quanto o acumulo dessa sujeira de fundo. Estou pensando até em retirar toda a areia (cerca de 60 sacos de 25 Kg que coloquei ) para facilitar a aspiração (que acho não ser o correto ter que aspirar ). POR FAVOR, vcs teriam uma sugestão para me dar, para que conseguir resolver tal problema.

  3. Aguardarei contato para dar sequenia na compra de equipamentos e sugestões antes de começar meu novo lago.

    obrigada Cubos,

    att.,

    Sthefany Viana

  4. Olá Caio, ótimo resumo. Caio estou tentando resolver um problema, mais estou com dificuldade. Estou fazendo um lago de 4000 litros, usando uma filtragem que o filtro fica escondido no mesmo nível do lago. Gostaria de saber, se eu colocar 2 duas flanges de 40mm no filtro, recebendo a água do lago, e eu colocando 1 uma flange de 40mm retornando a água para o lago, é o suficiente para não transbordar o filtro?

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *