Construção do lago

Construção de um lago ornamental passo a passo

22 Comentários

Para quem deseja ter um canto para relaxar em meio ao jardim em casa, o lago ornamental é uma ótima opção. Isso porque além de poder admirar toda a beleza e paz que ele proporciona, ainda conseguirá estocar a água da chuva e valorizar o ambiente como decoração.

Apesar de muitos terem o sonho de ter um lago artificial em casa, eles acabam desanimando ou desistindo por achar que o projeto é difícil e muito caro. Na verdade, é mais simples do que se imagina e ficará bem claro como é fácil nesse post.

No entanto, para construir um belo lago artificial é preciso planejá-lo de maneira minimamente pensada e sustentada para que não ocorram problemas no futuro.

Veja como construir um lago ornamental passo a passo e coloque a mão na massa para fazer o seu!

Pensando nisso, preparamos este post para apresentar um passo a passo de como a fazer a montagem de um lago ornamental, e assim você consiga sozinho construir o seu. Para isso, é importante que alguns conceitos sejam passados antes de se começar a cavar o buraco. Vamos lá!

Mas o que é um lago ornamental?

A primeira coisa importante quando iniciamos a montagem de um lago para peixes é saber o que realmente é um “lago ornamental”, conhecido também como “lago artificial” ou “lago de jardim”. A palavra lago pode significar desde um reservatório de água com alguns metros de comprimento até centenas de quilômetros. Com profundidade de alguns centímetros até centenas de metros. O que realmente nos interessa são os pequenos lagos artificiais. Aqueles que não têm mais do que alguns metros de comprimento e dificilmente passam de 1,0m de profundidade. São lagos onde o principal objetivo é a criação de peixes ornamentais (sem fins comerciais). Integrado com um projeto paisagístico e que valorize o ambiente.

Lago sem renovação de água constante deve possuir um bom sistema de filtragem

Antes de escolher o local adequado para construir o lago, é preciso verificar como deve ser o sistema de filtragem. Isso porque, na maioria dos casos, o lago ornamental é construído em locais que não possuem uma renovação constante da água. Isso significa que teremos uma água “parada” que deverá ser tratada adequadamente por equipamentos de filtragem.

Ah, eu não quero instalar nenhuma filtragem no meu lago, só vou fazer o buraco e colocar os peixes. Meu vizinho tem um lago assim há dois anos e os peixes estão vivos até hoje.

Muito bem! Essa é a grande diferença de quem quer apenas fazer com que os peixes sobrevivam daqueles que querem realmente criar peixes. As carpas nishikigoi (os peixes mais apreciados em lagos ornamentais) podem viver de 30 a 35 anos, quando em condições ideais. É por isso que nossa principal preocupação deverá ser com a qualidade da água. Isso, só conseguiremos com uma boa filtragem. Além da boa qualidade de vida que iremos oferecer aos peixes, há também a questão da manutenção do lago. A manutenção fica muito fácil quando temos a filtragem correta e muito difícil quando não temos nada.

Já que estamos falando de filtragem, nada melhor do que entrar um pouco mais nesse tópico antes de iniciarmos a parte prática de nosso lago ornamental passo a passo.

Sistema de filtragem para lagos ornamentais

De nada adianta fazer um buraco na terra, colocar água e jogar alguns peixes. Todo o lago artificial, sem renovação de constante água, deve possuir um bom sistema de filtragem. Esse sistema é composto basicamente por filtro biológico, filtro mecânico, filtro químico, filtro ultravioleta e sistema de bombeamento. Conheça cada um deles a seguir:

Filtragem biológica

A filtragem biológica nada mais é do que um filtro cheio de bactérias responsáveis pelo ciclo do nitrogênio (remoção de compostos tóxicos para os peixes). É o principal filtro de um lago e deve funcionar 24h por dia sem interrupções.

Filtro biológico Cubos Multi 6000G
Filtro biológico Cubos Multi 6000G

As bactérias se formarão dentro do filtro, presas em mídias de fixação que podem ser de vários tipos. Em um lago de peixes ornamentais, as bactérias benéficas irão aparecer sem nossa intervenção. Essas bactérias, levam em torno de 30 a 45 dias para formar uma colônia significativa. Por isso, temos que cuidar bem do filtro biológico para que todo esse tempo não seja desperdiçado em um erro de manutenção.

Filtragem mecânica

A filtragem mecânica é a parte do filtro, onde as partículas sólidas em suspensão ficarão retidas. Podem ser espumas, lãs sintéticas, escovas especiais de filtragem ou basicamente qualquer mídia de filtragem que segura a sujeira.

Escova para filtragem de lagos
Escova especial Cubos para filtragem mecânica

Posso utilizar filtro de piscina no lago?

Os filtros de areia utilizados em piscinas, apesar de serem filtros mecânicos, devem ser evitados em lagos de peixes ornamentais. Isso porque esse sistema de filtragem retém partículas muito pequenas formadas por aglutinação quando em contato com os produtos utilizados em piscina (o que não acontece em lagos). Além disso, são usados com bombas de piscina que consomem muita energia e são barulhentas.

Filtragem química

Para o filtro químico normalmente utilizamos carvão ativado. Ele é um carvão especial (muito diferente do carvão de churrasco). O carvão ativado passa por um processo em sua fabricação que o torna com milhares de canais internos. Como se fossem túneis com várias ramificações. O carvão ativado tem a capacidade de adsorver metais pesados, matéria orgânica dissolvida, pesticidas, fumaça de cigarro entre outros. Com isso, a qualidade da água aumenta significativamente. Além, de obter maior transparência já que o carvão ativado adsorve moléculas que amarelam a água.

Carvão ativado para lagos
Carvão ativado para lagos

Sua utilização não é obrigatória e dependendo do tamanho do lago, pode se tornar um pouco cara, mas para lagos de até uns 10 mil litros de água a utilização é muito recomendada. Para fazer uso do carvão ativado no lago, basta colocá-lo dentro do filtro ou em algum local com circulação constante da água.

Uma situação em que o emprego do carvão ativado é muito útil é após o término do tratamento do lago com medicamentos. O carvão ativado irá ajudar a remover o remédio utilizado que ainda esteja na água.

Filtro UV

O esterilizador UV (mais conhecido como filtro UV ou purificador ultravioleta) é um método garantido e seguro para a completa eliminação da “Água Verde”, pois produz radiação ultravioleta que destrói com muita eficiência os microorganismos expostos à ela. Além das algas, os filtros UVs também eliminam os focos de doenças causados por bactérias, vírus ou protozoários. Isso é possível, pois a emissão de luz ultravioleta (comprimento de onda 253,7 nanômetros) age diretamente no mecanismo reprodutivo (DNA) dos microorganismos impedindo que eles se reproduzam. Com isso, o microorganismo é morto e os focos de doenças são eliminados.

Filtro UV para lago
Filtro UV Cubos

A tecnologia ultravioleta é uma forma não química de desinfecção , por isso, nada é adicionado na água, o que torna esse método simples, barato e com pouca manutenção. Em lagos, a utilização do filtro UV é quase que obrigatória, pois as algas verdes tomam conta de uma forma muito fácil e rápida do lago, deixando-o totalmente verde (semelhante a uma “sopa de ervilhas”), a ponto de não se conseguir enxergar os peixes. Isso é muito comum, e a melhor solução para esse problema é, sem dúvida, a utilização de um filtro ultravioleta.

Bomba para lagos

Para que o sistema de filtragem funcione corretamente, é necessário uma ou mais bombas para movimentar a água através dos filtros. As bombas também são necessárias para levar a água até uma cascata, caso o lago possua. Existem vários tipos de bombas, mas basicamente elas se dividem em bombas submersas e bombas externas.

O mais comum e prático na montagem de um lago é a utilização de bombas submersas próprias para lagos. Elas têm a vantagem de ser totalmente silenciosas e com baixo consumo quando comparadas com as bombas externas para piscinas ou poços.

Bomba para lagos
Bombas para lago Cubos Orca

O dimensionamento da bomba é importante. Como regra geral, deve ter de no mínimo 2 até 3 vez o volume do lago por hora. Por exemplo, um lago de 5.000 litros deve ter preferencialmente uma vazão pelo filtro de 15.000 l/h. Devemos considerar que a vazão nominal da bomba nunca leva em conta a perda de carga que ocorre na tubulação e nos filtros. Por isso, devemos sempre comprar uma bomba com vazão maior do que a vazão do dimensionamento do filtro. Para um lago que necessita de uma vazão de 15.000 l/h no sistema de filtragem, podemos seguramente colocar uma bomba de uns 20.000 l/h.

Montagem do lago ornamental passo a passo

Após termos conhecido o básico de um sistema de filtragem, já podemos iniciar a montagem do lago ornamental passo a passo propriamente dita. As técnicas de montagem de um lago ornamental podem variar muito. Não existe forma melhor ou mais correta, apenas a que se adequa melhor a situação do projeto.

Construção do lago em alvenaria

Lagos formais normalmente pedem uma construção em alvenaria. Isso porque esses tipos de lagos possuem formar retas que dificultam muito a construção com geomembrana (ou manta de impermeabilização).

Os lagos construídos em alvenaria necessitam de mão de obra especializada e devem possuir uma excelente estrutura e impermeabilização, pois o cimento tende a apresentar micro rachaduras com o tempo. O processo de construção é mais demorado, porém quando bem feito, dura praticamente para toda vida. A melhor forma de impermeabilizar um lago de alvenaria é com manta líquida especial para lagos ornamentais. Essa aplicação é muito fácil e segura, podendo ser feita como se fosse uma pintura.

Construção do lago com geomembrana

O nosso lago ornamental passo a passo será feito com geomembrana. Por isso, vamos detalhar um pouco mais essa técnica de construção.

Conhecida também como liners, geomembranas ou lonas, as mantas de impermeabilização garantem que o seu lago seja construído de forma rápida, sem mão de obra especializada e sem complicações futuras com vazamentos.

A melhor manta que existe no mercado para construção de lagos ornamentais é o EPDM (Etileno Propileno Dieno Monômero). Além de extremamente flexível, resistente e atóxica, tem uma extraordinária durabilidade (superior a 50 anos). Outro tipo de manta muito utilizada é a de PVC. Essa possui menos flexibilidade que o EPDM e uma durabilidade de aproximadamente 10 anos, dependendo da espessura e do fabricante. Um lago montado com manta pode ficar totalmente pronto em um a três dias de trabalho (nosso lago ornamental passo a passo levou três), dependendo do tamanho.

Outra grande novidade no mercado de lagos é a manta Geopond, que é uma manta fina e muito resistente. O melhor dessa nova manta é o preço reduzido, possibilitando a construção de lagos com um menor investimento.

O local ideal para a construção do lago

O local em que o lago será construído também é um ponto a ser estudado. Evite a proximidade de árvores muito altas ou que percam muitas folhas. As árvores altas possuem grandes raízes que podem com o tempo danificar a impermeabilização do lago. Já, árvores que soltam muitas folhas irão dificultar imensamente a manutenção do seu lago. Terrenos em declive podem dificultar um pouco o nosso trabalho, pois temos sempre que deixar o lago no mesmo nível para que a água não corra para o lado mais baixo. Para corrigir o terreno em declive só precisamos elevar o lado mais baixo com terra ou deixar a parte mais alta do terreno com uma maior profundidade.

Escolha do local ideal para a construção do lago ornamental passo a passo

Procure uma parte mais alta do terreno de forma a não canalizar a água da chuva para dentro do lago. Não construa o lago em baixo de quedas de água do telhado. Isso irá trazer toda a sujeira do telhado para dentro do seu lago, dificultando muito a manutenção e limpeza da água.

Comece o seu lago ornamental passo a passo como nós começamos: planejando!

Construir um lago ornamental deve ser mais demorado do que parece!

Calma. não vamos dizer aqui que é difícil, muito pelo contrário! Se você fizer certo, terá mais prazer e menos aborrecimento. Comece como nós começamos: planeje! E antes de partir para a construção propriamente dita do lago ornamental passo a passo, faça a sua construção mental. Em seguida, passe tudo para o papel. Saiba exatamente onde ele vai ficar. O tamanho que deve ter. Seu formato e que tipo de animais viverão nele. Pense em todos os aspectos para que o lago realmente dê certo!

Até agora, já vimos como, e de que, é composta a filtragem de um lago ornamental. Agora vamos começar a realmente por a mão na massa com a montagem do seu lago ornamental passo a passo.

Demarcando o perímetro do lago ornamental

Vamos agora demarcar o perímetro do lago. Isso pode ser feito com cal, pedras, areia, corda, spray branco ou qualquer material, dando o formato desejado para o lago que será construído.

Demarcando o formato do lago ornamental passo a passo

Se for demarcar com corda, utilize alguns pontos de fixação com um ferro fixado no solo. Você até pode decorar esses ferros com uma bandeirinha na parte superior de forma a conseguir visualizar melhor onde estão os pontos de fixação. As formas mais comuns de um lago ornamental são:

  • Forma oval;
  • Forma de gota;
  • Forma de feijão;
  • Forma de oito.

Mas nada impede que seja feito o formato que você desejar. O que devemos evitar são cantos muito isolados que dificultem a circulação de água. Porém, caso o lago tenha esses cantos, só teremos que colocar uma bomba de circulação para resolver o problema de água parada nesse ponto. De qualquer forma, é bom lembrar que quanto mais complexa a forma do lago, mais difícil pode se tornar a sua construção e manutenção. Opte por formas irregulares sem muitas reentrâncias.

Vamos cavar o buraco?

Agora é hora de cavar o buraco do nosso lago ornamental passo a passo. É importante não cavar as paredes do buraco em ângulo de 90 graus. O ideal é fazer as paredes inclinadas pelo menos 45 graus, em formato de bacia ou em degraus. O motivo pelo qual devemos fazer o buraco com paredes inclinadas é que dessa forma a aplicação das pedras de acabamento fica muito mais fácil. Além de também, evitaremos desmoronamento das paredes de terra. Se quiser, faça uma pequena vala no fundo do lago, de uns 20cm de largura e uns 5cm de profundidade, em todo seu contorno. Isso ajudará ainda mais a travar as pedras de acabamento.

Cavando o lago ornamental passo a passo

Cuidado com a água da chuva no lago

Caso o buraco esteja em um local onde exista a possibilidade da água da chuva escorrer para dento do lago, faça uma elevação de pelo menos 10 cm em todo o contorno, como se fosse uma lombadinha. Isso evitará que a água da chuva, que vem escorrendo pelo chão, arraste sujeira para dentro do lago.

Não esqueça de levar em consideração, a metragem adicional na manta por conta da lombada no entorno superior, ou da vala no entorno do fundo.

A pá será a nossa ferramenta agora

Utilizando uma pá, remova toda a terra dentro do perímetro demarcado. Verifique se há pedras que possam comprometer a manta no buraco já escavado.

Escavação do lago ornamental passo a passo

Preste atenção também às raízes de grandes árvores próximas ao lago. Se elas existirem, talvez não seja uma boa ideia construir nesse local. As raízes, ao crescerem, podem danificar a manta com o passar dos anos. Compacte bem a terra para que ela fique bastante firme e não desmorone.

Impermeabilizando o lago com manta EPDM ou PVC

Com o formato do futuro lago já definido, podemos calcular as medidas da manta (ou geomembrana) que será necessária para a impermeabilização. Para isso, deve-se medir com o auxílio de uma trena, o maior comprimento e a maior largura do buraco. Na nossa montagem, temos uma largura máxima de 2,5m e um comprimento máximo de 4,5m. Quanto a profundidade do lago, é recomendado que seja de pelo menos, 30 cm. O nosso lago terá um profundidade máxima de 40 cm.

Leve em conta, na hora de cavar a profundidade, se o lago terá alguma camada de proteção por baixo da manta como, por exemplo, areia. Em nosso projeto colocaremos uma camada de 5 cm de areia por baixo da manta e, por isso cavaremos o buraco com 45 cm.

Como calcular a metragem ideal para nossa manta?

Podemos utilizar a seguinte fórmula para calcular a quantidade de manta necessária para o projeto. Todas as medidas devem estar em metros.

  • Largura da manta: Largura do lago + (2 x profundidade) + 0,4m
  • Comprimento da manta: Comprimento do lago + (2 x profundidade) + 0,4m

Em nosso lago ornamental passo a passo temos o seguinte:

  • Largura da manta: 2,5 m + (2 x 0,45 m) + 0,4 = 3,8m
  • Comprimento da manta: 4,5m + (2 x 0,45m) + 0,4 = 5,8m

Chegamos então a uma medida final da manta de 3,8m x 5,8m. Para arredondar, vamos utilizar uma manta de EPDM com 4m x 6m.

Se quiser facilitar muito esse processo de cálculo, apenas passe a trena na largura, descendo pelo buraco, passando pelo fundo e subindo novamente do outro lado. Faça o mesmo com o comprimento. Com as medidas que você anotar, acrescente 40cm, o que dará uma sobra de 20cm para cada lado.

Otimize as medidas do seu lago para as dimensões das mantas disponíveis no mercado

As mantas de EPDM disponíveis no Brasil são fornecidas em quatro larguras de bobinas: 3m, 6m e 9m e 12m. Sabendo disso, o ideal é fazer o lago utilizando a largura ou comprimento da manta corresponde à largura da bobina. Dessa forma há a uma redução no desperdício e no gasto com material. Por exemplo, não é interessante fazer um lago que precise de uma manta de 3,5m x 3,5m, pois nesse caso teremos que comprar uma manta de 6m x 3,5m. O desperdício será grande. No caso do PVC, a Cubos fornece com larguras de 2,75m e 5,45m.

Dicas para movimentar mantas muito grandes e pesadas

A manta de EPDM tem um peso de aproximadamente 1,4Kg/m2. Dependendo do tamanho do lago, pode ser necessária a ajuda de uma ou duas pessoas para a instalação. Em um lago grande com uma manta nas medidas de 10,7m x 15m, por exemplo, o peso da manta pode passar os 200Kg!

Porém, a parte mais difícil ao trabalhar com uma manta pesada é o transporte dela dobrada ou em bobina, do caminhão até o local do lago. Depois da manta aberta fica bem mais fácil a sua movimentação utilizando uma técnica bem simples. Faça um tipo de bolsão de ar por baixo do EPDM. Levante e abaixe como se estivesse arrumando um lençol na cama. O ar que entra por baixo deixa a manta muito leve para que ela seja posicionada no local correto.

Arrume-a quantas vezes forem necessárias para que a manta cubra perfeitamente o buraco. A manta deve ficar bem solta, sem nenhum ponto tencionado. Coloque pedras grandes no contorno e nos cantos internos para travar a manta antes de começar a encher o lago. Corte o excesso de manta deixando uma sobra de pelo menos 20 cm fora do limite do lago. Essa sobra deverá ser totalmente coberta com pedras e elementos decorativos pesados, que além da beleza, garantem um bom acabamento e fixação da manta.

Protegendo a manta EPDM na hora da instalação e depois do lago pronto

Cavado o buraco, iremos colocar uma camada de 5cm de areia no fundo e uma camada fina nas paredes para dar mais proteção a manta EPDM que virá por cima.

Areia para proteção da manta no lago ornamental passo a passo

Além da areia, utilizaremos uma camada de manta geotêxtil. A manta geotêxtil pode ser aplicada por baixo e depois por cima da manta de impermeabilização. Tudo isso deverá ser avaliado levando em conta o solo do local e o tipo de pedra que será utilizada no acabamento.

Geotextil para proteção do EPDM em nosso lago ornamental passo a passo

Em instalações em que o solo está muito bem compactado e não possui nenhum tipo de pedrinha, a areia e a manta geotêxtil até podem ser dispensados. O EPDM poderá ser aplicado diretamente sobre o solo. No terreno em que estamos construindo nosso lago, o solo está cheio de entulho. Por esse motivo, vamos fazer uma boa proteção para receber a manta. De qualquer forma, quanto mais proteção fizermos, mais segurança teremos de que a manta não será danificada.

Manta EPDM instalada em nosso lago ornamental passo a passo

Não utilize cobertor, jornal, papelão, carpete ou similares para servir de proteção. Esses materiais são impróprios para esse uso irão apodrecer por baixo da manta, perdendo, rapidamente, a sua função de proteção. A manta geotextil que utilizamos é fabricada para não apodrecer em contato com a água e, por isso, somente ela deverá ser utilizada.

Lago pronto para receber o sistema de filtragem, decoração e paisagismo

Agora o nosso lago ornamental passo a passo já está pronto para receber os equipamentos de filtragem, toda decoração e paisagismo. Vale a pena ressaltar que não foi necessária a utilização de uma gota de cimento na construção do nosso lago ornamental passo a passo. Nem mesmo para colocar as pedras! Isso proporciona um efeito mais natural na montagem. Além disso, evita alterações de pH que possam ser ocasionadas pela mistura do cimento. Só certifique-se de que as pedras estão bem travadas umas nas outras. Isso dará mais segurança na construção. E, quando formos pisar em cima das pedras, elas não se deslocarão causando acidentes.

Agora que já estamos com a manta instalada, podemos dar continuidade e entrar com as pedras e plantas, instalação do sistema de filtragem e acabamentos.

As pedras no lago ornamental

Em nosso lago ornamental passo a passo, utilizamos mais de um tipo de pedra. A mais comum é o seixo rolado (seixo de rio). Dê preferência às pedras maiores para colocar dentro do lago. Dessa forma o efeito visual fica mais interessante além de ser mais fácil de fazer as bordas internas e esconder toda a manta de impermeabilização.

Pedras no lago ornamental passo a passo

Evite fazer aquela montagem onde as pedra ficam todas empilhadas parecendo um muro. Isso deixa o lago com a borda muito demarcada e o efeito fica artificial. Tente fazer as margens não muito demarcadas. Esse efeito é possível somente quando utilizamos pedras grandes preenchidas com pedras menores e seixos pequenos.

Seixos entre as pedras maiores no lago ornamental passo a passo

Saiba se a pedra pode alterar o pH da água

A principio, não existe restrição para se utilizar um tipo de pedra no lago. Fique atento apenas para as pedras calcarias, essas podem aumentar muito o pH da água. Se tiver dúvidas, deixe a pedra de molho em um balde e meça o pH antes e depois de um dia com a pedra dentro. Se o pH subir acima de 8 tenha cuidado na utilização dessa pedra e não coloque muitas unidades no lago. Normalmente, pedras muito quebradiças tendem a ser mais calcarias. O pH ideal para as carpas pode variar de 7,2 a 7.8.

As bordas e a cascata

As pedras mais achatadas ficam muito bem nas bordar se forem posicionadas um pouco para dentro, fazendo com que elas cheguem a ficar por cima da lamina d’água.

Essas pedras, além de ser decorativas também são ótimas para a cascata (Ex.: pedra caverna ou pedra ferro). Para isso, utilize uma bomba de pressão (bombas Cubos linha Jato)e coloque um cano de PVC ¾” ou 1″ furado entre as pedras e deixe que a água circule e escoe por elas, direcionamento mais movimento para o lago. Contudo, Evite usar os seixos rolados como base da cascata, pois eles dão um aspecto muito artificial.

O resultado é bastante interessante, já que a dá a impressão de ser uma cascata cheia de rochas naturais e com o som ambiente extremamente relaxante.

Pedras achatadas no lago ornamental passo a passo

Pedras artificiais

Outra alternativa interessante são as pedras artificiais. Em alguns casos essas pedras são tão bem feitas que é difícil saber se são mesmo artificiais.

Pedra artificial ecológica para lagos e jardins
Pedra artificial e ecológica Cubos

O peso dessas pedras também são outro atrativo, pois são até 10 vezes mais leves que as naturais. Da mesma forma que nas pedras naturais, é bom fazer o teste do pH antes de utilizar qualquer tipo de pedra artificial de um fornecedor desconhecido.

Pedras com plantas

As pedras achatadas e com reentrâncias também ficam excelentes para se colocar algumas plantas nessas reentrâncias. Como, por exemplo, o Papiro anão. Sempre se informe na loja de plantas como ela deve ser colocada no lago. No caso do Papiro, deve ter as suas raízes em um substrato fértil. Elas devem ser protegidas com manta geotextil para não sujar a água do lago.

Pedras com plantas na montagem de um lago ornamental passo a passo

O fundo do lago fica muito bonito com areia clara e algumas pedras de seixo rolado para formar uma composição. Pedras maiores no meio do lago também dão um efeito bem interessante. Experimente trocar a posição das pedras e as deixe naquela que mais lhe agrada. Lembrando que não se deve utilizar cimento ou cola nas pedras, apenas apoie uma sobre as outras.

As plantas para decorar o lago

Para dar um toque ainda mais natural em nosso lago ornamental passo a passo, podemos utilizar plantas dos mais variados tipos e formas. Plantas submersas ou flutuantes, nas margens e entorno. Não importa qual o tipo de planta vamos utilizar. Fique a vontade para escolher as que mais lhe agradam e as que são mais fáceis de encontrar em sua região.

Temos que tomar cuidado apenas com algumas plantas tóxicas como, por exemplo, o Copo de leite. Principalmente se tiver crianças ou animais em casa. Respeite também as características de cada planta, como sol e sombra, profundidade do plantio, etc.

Criação de peixes em conjunto com as plantas

As carpas e kinguios adoram comer as raízes de plantas aquáticas flutuantes. Por isso, as plantas devem ficar separadas por uma rede caso queira ter esses peixes junto dessas plantas.

As plantas submersas são mais utilizadas em aquários e ainda muito pouco utilizadas em lagos ornamentais. Os lagos que fazem uso de plantas submersas costumam ficar muito bonitos. Mas, temos que ter um cuidado especial: não podemos povoar o lago com carpas ou kinguios. Esses peixes irão arrancar a maioria das plantas. Em lago de carpas e kinguios, de preferência para plantas de vaso como as Ninféias. Essas ficam com as raízes protegidas e dificilmente irão virar alimento para os peixes.

Espécies de plantas e peixes mais indicados

No mercado há uma diversidade de espécie de peixes e plantas que podem ser usados na construção de um lago ornamental. No entanto, é fundamental escolher aqueles que se adaptarão conforme a característica do local. As plantas aquáticas geralmente são as mais utilizadas e devem ser selecionadas e introduzidas com cuidado. As mais indicadas são aguapés, bromélias, alfaces e lírios da água.

Essas espécies de plantas podem ser cultivadas dentro do próprio lago ou ainda serem colocadas em vasos mergulhados, deixando as que não precisam viver submergidas em um lado mais alto.

Por outro lado, é preciso levar em consideração o tamanho do lago e a quantidade de peixes, para que o espaço não se torne muito pequeno. Peixes menores, como molinésias, platys e barbos, podem ser inseridos em lagos plantados.

Mas se a intenção é ter peixes grandes, que podem chegar a mais de 50 cm (como as carpas), o ideal é que para peixe adulto o lago tenha 500 litros de água.

Dessa forma, tanto a inserção das plantas quanto dos peixes vai depender de cada lago, em relação a água, profundidade, tamanho e clima da região. Em locais com invernos mais intensos a construção do lago deve levar em consideração uma profundidade a partir de um metro, permitindo que os peixes tenham consigam suportar os dias mais frios do ano sem mudanças bruscas de temperatura na água.

Chegou a hora de instalar o sistema de filtragem para o lago

Para finalizar o nosso lago ornamental passo a passo, temos que instalar todo o sistema de bombas e filtros. Considerando um volume de no máximo 4.000 litros, iremos utilizar uma bomba submersa de 10.000 L/h para movimentar a água por um filtro pressurizado com carvão ativado e depois por um Filtro UV de 16W. Instalaremos também, uma segunda bomba de 2500 L/h, apenas para promover uma circulação de água adicional.

Posicionamento correto das bombas para o lago

A bomba dos filtros deve ficar posicionada, dentro da água, do lado oposto do retorno. No nosso lago, o retorno será feito pela cascata. Dessa forma, estamos captando a água em um lado e devolvendo a água filtrada do outro lado. Isso irá favorecer a correta circulação de água pelo nosso lago.

A bomba adicional de circulação poder ficar no fundo do lago mais ou menos na metade dele. Ela deve “empurrar” a água em direção a bomba de filtragem.

As bombas submersas podem ficar escondidas em meio das pedras. Os filtros, podem ficar escondidos atrás da cascata ou no meio da vegetação.

Interligação do equipamentos

Na montagem de nosso lago ornamental passo a passo, utilizamos mangueiras de 1’’ para ligar os equipamentos. Escondemos todas as mangueiras por baixo de pedras ou enterradas por fora do lago.

Filtro biológico no lago ornamental passo a passo

A mangueira deve ser conectada primeiro à bomba de filtragem. Depois ligada ao Filtro Pressurizado, em seguida no Filtro UV. Por fim, na cascata. Optamos em fazer uma bifurcação na saída para a cascata. Dessa forma, conseguimos dois pontos de saída de água escorrendo pelas pedras.

A correta limpeza do lago

Para manter o lago limpo, existem dois métodos que podem ser feitos: manutenção natural e artificial. A maneira mais acessível para o bolso do consumidor é por meio da manutenção natural, que consiste em não utilizar dispositivos como os filtros. Nesse caso, a limpeza é realizada de modo natural pelas próprias plantas e peixes.

Já a manutenção artificial é recomendada para quem tem a intenção de construir um lago maior e deseja que ele sempre esteja limpo e equilibrado. Para isso, é necessário investir em alguns dispositivos e sistemas, como filtros e bombas, que evitam a formação de algas e deixa o lago esverdeado.

Tempo médio para manutenção

Embora a construção de um lago ornamental possa não ser difícil, a sua atividade merece o devido cuidado. Isso porque o tempo médio para realizar a manutenção deve ser, no mínimo, uma vez por mês e aproximadamente cerca de uma hora.

Esse período é necessário para fazer a limpeza dos filtros com os produtos adequados, além de medir o pH, conferir a vazão da bomba e ainda garantir o nível do lago.

 Limpeza das pedras do lago

Em um lago ornamental é comum ver pedras verdes e acreditar que o ambiente está desequilibrado e sujo. No entanto, esse acontecimento é um fator natural, pois com o passar do tempo a biologia do lago tende a se formar em conjunto com algumas algas que grudam nas pedras, inclusive, aquelas que auxiliam na filtragem da água.

Por isso, na hora de realizar a manutenção e limpeza do lago evite utilizar produtos para a limpeza das pedras e não se preocupe em esfregá-las para retirar todas as algas. O ideal é manter o foco na limpeza dos filtros, visto que são eles que fazem a água ficar sem cheiro e mais cristalina.

Agora vamos encher de água e curtir nosso lago ornamental passo a passo!

Após todo sistema de filtragem instalado, já podemos encher o lago e colocar tudo para funcionar. Com o sistema funcionado, podemos verificar se não existe nenhum tipo de vazamento nas conexões das mangueiras ou perda de água pela cascata. Após verificar tudo, adicionamos os produtos para condicionar a água e acelerar a biologia.

Como montar um lago ornamental passo a passo?

Logo em seguida já podemos acrescentar os peixes e curtir o visual de um belo lago ornamental. Parabéns, seu lago ornamental passo a passo está pronto!

Lista de material utilizado para a montagem do lago ornamental passo a passo (exceto pedras e plantas):

  1. Manta EPDM Cubos de 6m x 4m;
  2. Proteção geotêxtil Cubos superior e inferior para EPDM;
  3. Bomba Cubos ORCA 10000 para a filtragem e cascata;
  4. Bomba Cubos Jato 2500 para circulação adicional;
  5. Cubos Filtro Pressurizado 15000;
  6. Cubos Carvão Ativado Peletizado;
  7. Filtro UV Cubos 16W;
  8. Condicionador de água Cubos Water Protect 1L;
  9. Acelerador de biologia Cubos Water Bio 5L

Como vimos, e ao contrário do que muitas pessoas pensam, a construção de um lago ornamental é possível mesmo com baixo custo, não sendo necessários investimentos em projetos mais dispendiosos. Assim, o lago além de trazer requinte e boas sensações ao ambiente, poderá apreciado por você, seus amigos e familiares.

Só temos que agradecer!

Agradecimento especial para a Revista Aquamagazine que publicou essa matéria nas edições de número 8, 9 e 10. Agradecimento especial também para o Fábio da empresa Art Lago que nos cedeu o espaço e nos auxiliou em toda a construção do lago ornamental passo a passo.

E como não podíamos esquecer, agradecemos a você, que acompanha a Cubos, lendo e compartilhando nossos conteúdos pelas redes sociais! Se você ainda não segue a Cubos no Facebook, faça isso agora e fique sempre por dentro de todas as novidades.

Muito obrigado!

Caio Bianco

Caio Bianco é proprietário da Cubos, empresa especializada em desenvolvimento de equipamentos para lagos ornamentais.

22 comentários

  1. Olá! Amei sua aulinha! A única coisa que eu gostaria de saber é dependendo do tamanho do lago, qual a quantidade de pedras que devo comprar?
    Juntando todos os materiais que devem ser utilizados na composição do lago, fica num valor bem alto, não?

    1. Olá Carina. A quantidade de pedras vai depender muito to tamanho das pedras, é muito difícil dizer. O valor final também vai depender muito do padrão que você procura para fazer o lago. Ficamos sempre a sua disposição. Abraços.

  2. boa tarde .gostaria de saber quanto custa todo o material para um lago 1.60 por 220 estou planejando fazer um em minha casa. mas nao estou encontrando o material.

  3. Muito boa suas explicação. Já estou com um espaço para fazer o meu. Grande abraço! Gpreti

  4. Li todo o material e no final queria ver o fruto do trabalho e o mesmo não foi mostrado em fotos com os peixes.
    Simplesmente não compreendi tal falha.
    Arnóbio paganotto

  5. Estou pensando em construir uma piscina, revestida de pedras usando este metodo de mantas EDPM, mas quero colocar bomba externa e dreno no fundo. Como faço a impermeabilizacao desta conexao, ja q a manta devera ser perfurada para a passagem do cano?

  6. Que tipo de profissional é responsável por esses projetos de lagos artificiais? Gostaria de saber se um engenheiro agrônomo pode escolher essa área de atuação. Obrigada

    1. Olá Amanda boa tarde. Não existe ainda uma formação específica para se trabalhar com lagos ornamentais. Qualquer pessoa pode atuar nessa atividade. A Cubos pode lhe orientar e auxiliar caso seja do seu interesse. Abraços.

  7. Boa noite! Para um lago de carpas com agua de renovaçao constante, é preciso algum cuidado com filtraçao, algas,etc? Minha casa é de chacara. Obrigado.

Deixe o seu comentário aqui